Categorias
Sem categoria

Tecnologia de processos em pecuária


  • ⁉️Porque é tão difícil utilizar tecnologias de processos?

    Existem dois tipos de tecnologias usadas no manejo de pastagens e pecuária. Tecnologia de processos e a Tecnologia de insumos.
    👉A tecnologia de processos refere-se a todo manejo considerado básico, fundamental e desvinculado da necessidade de desembolso. Correspondem ao conhecimento científico aplicado em nível de propriedade rural. Exemplo puro e simples disso é o domínio da adequação de carga animal em função da massa de forragem. 👉Já a tecnologia de insumos prevê o uso correto dos processos básicos e fundamentais agregando ações que acarretam algum tipo de investimento financeiro. No caso, podemos citar o uso de correção e adubação do solo, irrigação, suplementação a pasto e seus efeitos sobre o ganho animal e o uso de carrapaticidas para promover sanidade no rebanho.
    Mas porque é tão difícil trabalhar com tecnologia de processos se é básico e fundamental?
    E isso não é só uma pergunta, também é uma afirmação!
    Em pecuária (bovina, ovina, corte ou leite) as tecnologias de processos acabam sendo negligenciadas pois os sistemas de cria/recria/terminação são demorados. O produtor, na maioria das vezes por dificuldade de planejamento dentro da fazenda, acaba por acreditar que insumos milagrosos possam resolver seus problemas de manejo, acelerando os processos ou ainda, tornar o produto final diferenciado.
    Só que não!
    Um exemplo disso aqui no estado é a grande infestação por carrapatos e o alto grau de resistência ocasionado pelo uso descontrolado de carrapaticidas (insumos) oferecidos no mercado.
    Uma vez que Eu adquiro um produto (insumo) com o objetivo de reduzir/acabar a infestação por carrapatos na minha propriedade Eu, antes de tudo, devo ter analisado os processos de manejo que uso dentro da propriedade – tecnologia de processos. São eles: plano de desinfestação que planejado para os animais dentro da propriedade e nos que chegam de fora. Também é primordial observar como foi realizado o manejo dos produtos utilizados e o teste biocarrapaticidograma (analisa a sensibilidade da população de carrapatos aos carrapaticidas convencionais). .
    .
    .
    👉👉Continua nos comentários…👈👈4 d
  • rstrainingrural🎯🎯 Após identificar erros e acertos no manejo do rebanho, determino o tipo de insumo (produto) a ser utilizado, atentado para a dosagem correta e os intervalos pré-definidos.
    Você consegue visualizar que não é o insumo o mais importante, e sim o conhecimento sobre os processos de bem manejar um rebanho para promover a sanidade?
    Nesse processo todo, o que fica esquecido é que o uso de insumos depende totalmente do correto funcionamento do processo de manejo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *